Esportes SÉRIE A

Atlético vence Flamengo, alivia pressão sobre Turco e reage no Brasileiro

Galo venceu o Flamengo por 2 a 0 no Mineirão com festa da torcida, boa atuação e gols de Nacho Fernández e Ademir; resultado alivia cobranças

Por Webtv Paracatu

20/06/2022 às 09:09:59 - Atualizado há

Em tarde de atuação correta e festa da torcida, o Atlético venceu o Flamengo por 2 a 0 neste domingo (19), no Mineirão, em Belo Horizonte, pela 13ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O resultado aliviou um pouco da pressão sobre o técnico "El Turco"Mohamed e pode representar o início de uma reação do Galo na competição nacional. Os gols atleticanos foram marcados por Nacho Fernández e Ademir.

Extremamente cobrado pela maior parte da torcida, o Atlético precisava dar uma resposta positiva diante de um dos seus maiores rivais. O clássico com o Flamengo era tido como o "Dia D" para o técnico Turco no comando do Galo, e qualquer resultado além da vitória poderia significar uma demissão.

Com bom desempenho, o Atlético superou o Fla e convenceu. O Galo foi consistente defensivamente em grande parte do duelo, cedendo poucas chances ao adversário e neutralizando as principais armas adversárias. O resultado leva o time mineiro aos 21 pontos e ao 3° lugar na tabela, ainda que temporariamente.

O próximo compromisso do Atlético é, novamente, contra o Flamengo - desta vez, em jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Os rivais voltam a se enfrentar no Mineirão às 21h30 da quarta-feira (22).

O jogo

Como esperado em um confronto da magnitude de Atlético e Flamengo, e levando-se em consideração os momentos de pressão vividos por ambas as equipes, a partida teve um início muito intenso no Mineirão. O Galo começou melhor, controlando a posse de bola e ameaçando - primeiro, com Allan de fora da área, depois, com Keno em jogada ensaiada de escanteio.

A partir dos 10 minutos, no entanto, o cenário mudou. O Flamengo cresceu no jogo e marcava maior presença no campo de ataque. Everson fez duas ótimas defesas - uma em cobrança de falta que teve desvio e outra no lance seguinte, em nova finalização de fora da área.

O bom momento rubro-negro durou pouco. O time de "El Turco" Mohamed logo retomou o controle da partida, tocando a bola com paciência e intensa movimentação para desestabilizar a organizada defesa flamenguista. O lado direito era o lado forte, com muitas trocas de passes entre Mariano, Vargas, Nacho e Hulk; mas o Galo também ameaçava em contra-ataques pela esquerda, com arrancadas potentes de Keno.

Sem conseguir encontrar muitos espaços por dentro, o Atlético apostava nos cruzamentos como arma principal. E assim, aos 31min, marcou o gol que abriu o placar no Gigante da Pampulha. Após bom cruzamento de Arana, Keno desviou e obrigou boa defesa de Diego Alves. No rebote, no entanto, Nacho Fernández apareceu livre para empurrar para as redes: 1 a 0.

O gol deu mais tranquilidade ao Galo no clássico. O time mineiro passou a aproveitar mais dos erros dos cariocas na saída de bola, que davam maiores sinais de nervosismo. De toda forma, a equipe de Turco não conseguiu ampliar o placar ainda na primeira etapa.

Individualmente, Mariano e Keno se destacaram na primeira etapa. O primeiro, especialmente, pela performance defensiva, com desarmes e bom posicionamento. Já o segundo pelo poder para puxar contra-ataques, arrancando em velocidade, aplicando bons dribles e acionando colegas bem posicionados. Motivo de preocupação para o Galo no primeiro tempo foi a perda de Jair, lesionado, para a entrada de Otávio.

Segundo tempo

Em desvantagem no placar, o Flamengo iniciou a segunda etapa com maior protagonismo. A equipe carioca controlava a posse de bola e buscava criar alternativas diante de uma organizada defesa do Atlético, que adotou postura mais cautelosa no retorno ao jogo.

Com o decorrer do tempo, o confronto ganhou em nervosismo. Entradas mais duras ocorriam por parte das duas equipes, resultando em muitas faltas. Aos 20 minutos, Turco renovou o fôlego do ataque, promovendo as entradas de Ademir e Rubens nas vagas de Vargas e Keno, respectivamente.

Os erros cometidos em contra-ataques eram um pequeno problema no jogo atleticano. Na metade da segunda etapa, o Galo desperdiçou grande chance de ampliar o placar em um lance com superioridade numérica, quando Allan prendeu demais a bola e demorou a acionar Hulk por dentro.

O Flamengo chegou com real perigo pela primeira vez aos 30 minutos, com finalização de fora da área. A bola passou perto da trave de Everson, rente ao canto direito do gol. Aos 37 minutos, novo susto em jogada de escanteio: após desvio de cabeça, Nathan Silva conseguiu afastar o perigo.

Aos 40 minutos, o alívio atleticano: Hulk foi acionado com cruzamento para a área e deu ajeitada especial para Ademir. O atacante teve a missão de dominar e finalizar para o fundo das redes, ampliando o placar: 2 a 0.

Na reta final da partida, restou ao Atlético controlar a vantagem e voltar a somar três pontos no Campeonato Brasileiro. O resultado findou uma sequência de quatro jogos sem vitórias do Galo.

ATLÉTICO 2x0 FLAMENGO

Atlético

Everson; Mariano, Nathan Silva, Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Jair (Otávio) e Nacho Fernández (Réver); Vargas (Ademir), Keno (Rubens) e Hulk (Sasha).

Técnico: "El Turco" Mohamed

Flamengo

Diego Alves; Matheuzinho, Rodrigo Caio, Pablo e Ayrton Lucas; João Gomes, Andreas Pereira (Willian Arão) e Everton Ribeiro (Lázaro); Arrascaeta, Vitinho (Marinho) e Gabigol (Pedro).

Técnico: Dorival Júnior

Motivo: 13ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro

Data: domingo, 19 de junho de 2022

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte

Árbitro: Raphael Claus (SP)

Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)

VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN)

Gols: Nacho Fernández (Atlético, aos 31' do 1°T) e Ademir (Atlético, aos 40' do 2°T)

Cartões amarelos: Mariano, Nacho Fernández (Atlético); Marinho (Flamengo)

Público: 55.373

Renda: R$ 2.112.484,76.

Fonte: Superesportes
Comunicar erro
Webtv Paracatu

© 2022 © Copyright - Webtv Paracatu - Todo os direitos reservados
Avenida Olegàrio Maciel - 567

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Webtv Paracatu